Estudantes Brasileiros

  • Processo seletivo para graduação

    Se é estudante brasileiro e quer ser nosso estudante de graduação/licenciatura, pode apresentar a sua candidatura através do Concurso para Estudantes Internacionais.

    O Concurso para Estudantes Internacionais aplica-se a estudantes não residentes da União Europeia que ainda não tenham um curso superior, e que pretendam frequentar um Curso de Graduação ou Mestrado Integrado.

    Em casos de Dupla Nacionalidade Portuguesa, não é possível concorrer através do presente Regime.

    Existem duas formas de Ingressar através do Regime de Estudante Internacional:

    • Utilizando o ENEM ou
    • Através de uma Prova de Ingresso Interna, realizada no nosso Instituto, destinada aos estudantes que não sejam portugueses e que não tenham realizado uma prova de ingresso ao ensino superior português.
  • Com ENEM

    CANDIDATAR-ME COM ENEM

    Para o ano letivo 2019/2020 será válido todo o ENEM que tenha sido realizado em 2017, 2018 ou 2019, e no qual os candidatos tenham obtido uma classificação igual ou superior a 95 pontos, numa escala de 0-200. Segue abaixo passo a passo para que o candidato possa efetuar a conversão da sua classificação:

    Informação sobre as Provas ENEM

    Os estudantes com Exame Nacional do Ensino Médio ENEM (Brasil) válidos ou que tenham realizado as provas nacionais de ingresso para titulares do ensino secundário português ficam dispensados da realização das provas internas e do pedido de equivalência ao ensino secundário português. Consulte as provas nacionais necessárias na página do curso para o qual se pretende candidatar.

    CANDIDATAR-ME COM ENEM
    Consultar lista de cursos de graduação e mestrado integrado.

    Despacho regulamentar e provas ENEM Equivalência da prova ENEM

    O acesso aos cursos de 1º ciclo (graduação) é realizado com a classificação do ENEM. A escala de classificação portuguesa funciona de 0-200 e a do ENEM de 0-1000.

    • Para efeitos de seriação, a conversão das classificações faz-se dividindo por 5 (cinco) a nota obtida no ENEM.
    • Cálculo da nota de candidatura para alunos com ENEM válido (conversão para escala de notas portuguesa):
      Nota Final = Somatório das várias componentes do ENEM * Ponderação * 200/1000

    Exemplo:
    Candidatura ao mestrado Integrado em Arquitetura.

    Elementos da Prova ENEM Classificação Ponderação Nota Ponderada
    LING 630 40% 252
    MAT 500 40% 200
    RED 960 20% 192
    Somatório das classificações ponderadas     644
    Nota Final     128.8

    Nota Final = (LING*40% + MAT*40% + RED*20%) * 200 / 1000
    = (630*40% + 500*40% + 960*20%) * 200 / 1000
    = 128.8
    Nota: mínima final de candidatura: 95 pontos

  • Sem ENEM

    CANDIDATAR-ME SEM ENEM

    Se não tiver feito o ENEM, é necessário realizar uma prova de ingresso interna. Nesse caso, deve guiar-se pelo Calendário de Candidaturas e Realização de Provas, aplicável ao ano letivo 2018/2019, e deverá verificar no curso ao qual se pretende candidatar quais as provas de ingresso necessárias.

    Lista de Provas Calendários

  • Documentos e Preços

    Documentos para candidatos com ENEM

    • Documento comprovativo da conclusão do Ensino Médio (diploma, certificado ou histórico escolar) - deve ser autenticado pelo Consulado Português no país emitente ou, se for caso disso, apostilados, nos termos da Convenção de Haia e traduzidos para a língua portuguesa por tradutor ajuramentado quando estiverem elaborados em língua diferente da portuguesa, espanhola, francesa ou inglesa (enquanto espera pela apostila entregue uma cópia simples);
    • ENEM (2015, 2016 ou 2017) apostilado;
    • Ficha ENES 2018, apenas no caso de serem titulares do ensino secundário (Ensino Médio) português;
    • Documento de identificação pessoal (RG ou CPF) exigido pela legislação portuguesa (original e fotocópia);
    • Declaração de compromisso de entrega posterior de Autorização de Residência (que deverá solicitar quando chegar a Portugal).
    • Deverá também obter equivalência ao Ensino Secundário português.

    Preços

    Os estudantes brasileiros beneficiam da mesma tabela de propinas que todos os outros estudantes, exceto no emolumento específico de candidatura com grau estrangeiro. Consulte a página com os diferentes valores por curso.

    Lembre-se que em Portugal mensalidade = propina e taxas = emolumentos.

    Mais informação

  • Viajar para Portugal

    Antes de partir para Portugal

    Certifique-se que tem os seguintes documentos:

    • Passaporte ou documento de identificação estrangeiro;
    • Visto para estudar em Portugal
    • Declaração de compromisso de entrega posterior de autorização de residência;
    • Documento comprovativo da conclusão do ensino secundário ou equivalente;
    • Alojamento assegurado;
    • Seguro de saúde escolar e/ou internacional;
    • Moeda utilizada em Portugal – Euro.

    Declaração nacionalidade

    Custo de vida

    Os preços dos bens em geral são menos elevados que no resto da Europa.
    O salário mínimo nacional é de menos de 600,00 €.
    O preço médio de uma refeição num restaurante é de 10/15 €.

  • Diplomas e Certificados

    Os diplomas e certificados têm de evidenciar as circunstâncias da sua emissão de forma fidedigna e devem ser autenticados pelo Consulado Português no país emitente ou, se for caso disso, apostilados nos termos da Convenção de Haia. Deverão também ser traduzidos para a língua portuguesa por tradutor ajuramentado quando estiverem elaborados em língua diferente da portuguesa, espanhola, francesa ou inglesa.

    Dos diplomas e certificados referidos acima tem de constar, obrigatoriamente, a escala de classificação e a classificação final obtida no programa de ensino, bem como que confere aos estudantes internacionais o direito de se poder candidatar e poder ingressar no ensino superior no país em que foi conferido.

  • Vistos para Estudar em Portugal

    Após apresentação de candidatura e pagamento das taxas (de candidatura e da Declaração de Concessão de Visto) deve dirigir-se à Embaixada de Portugal em Brasília ou ao Consulado português mais perto da sua área de residência.

    Na página do Serviço de Estrangeiros e Fronteira (SEF) de Portugal encontra todas as informações sobre o Visto de residência para estudo e a documentação que terá que apresentar.
    Depois de chegar a Portugal, o seu visto, que terá validade de 120 dias, terá que ser substituído por uma Autorização de Residência, para esse efeito deverá dirigir-se ao SEF até um mês antes do termo de validade do mesmo e apresentar uma Declaração de Matrícula no ISMAT.

    Na posse da sua Autorização de Residência, desde que solicite permissão ao SEF, o estudante poderá estudar e trabalhar durante o período de residência no país.

  • Contatos diretos

    E-mail: info@ismat.pt

    Telefone: + 351 282 450 430

Não existem artigos nesta categoria mas podem existir artigos em subcategorias, caso estejam listadas.