Apresentação de Trabalhos - Academia de Música de Portimão

7 de fevereiro de 2020 - 17h00
Academia de Música de Portimão (AMP)

No dia 7 de fevereiro, pelas 17h00, na Academia de Música de Portimão (AMP), os alunos do terceiro ano do Mestrado Integrado em Arquitetura do ISMAT apresentam os trabalhos que desenvolveram para as novas instalações da AMP.

O trabalho do primeiro semestre da Unidade Curricular de Projeto III, coordenado pelo Professor Doutor Luis Durão, contemplou a execução de um anteprojecto, ou projecto-base, de adaptação das instalações da antiga Escola Secundária D. Martinho de Castelo Branco para o funcionamento da AMP e que vem na sequência de uma solicitação feita pela própria academia. Nesse contexto, os trabalhos a desenvolver pelos alunos têm por objectivo a apresentação de uma proposta para ser executada.

Trata-se de um estudo de reabilitação e adaptação de um edifício existente para uma função idêntica, já que tem a particularidade de continuar a ser um estabelecimento de ensino, só que com um programa diferente.

O programa-enunciado foi elaborado de acordo com as necessidades apresentadas pelos responsáveis da academia, a saber: 

  • 3 a 4 salas de aula para Formação Musical – com cerca de 30m2 cada
  • 5 salas de aula para tocar instrumentos isolados – com cerca de 10m2 cada – exemplos: salas para violino, ou clarinete, ou violoncelo, ou piano vertical, etc…
  • Uma sala para instrumentos de percussão – especialmente espaçosa e com isolamento sonoro reforçado 
  • Sala de dança e artes performativas 
  • Auditório com uma pequena régie 
  • Secretaria de serviços administrativos para quatro funcionários
  • Um gabinete para a Direcção Pedagógica – para duas pessoas.
  • Uma biblioteca / mediateca
  • Uma sala de professores
  • Uma sala de alunos
  • Um bar
  • Arrecadação ou arrecadações para instrumentos musicais – especialmente para instrumentos de cordas e de sopro
  • Instalações sanitárias

Os alunos apresentaram diferentes propostas, umas aproveitando mais as potencialidades construtivas do edifício existente, outras que propõem soluções mais interventivas e que implicam transformações mais profundas do edificado.

De qualquer das formas, na generalidade, os objectivos programáticos foram alcançados de uma maneira satisfatória, tendo os alunos tomado consciência da realidade do exercício da actividade profissional de um arquitecto.

A Conferência «Arquitectura moderna e música moderna: duas expressões e dois percursos em sintonia», proferida pela Prof. Doutora Clara Gonçalves, apresentará um olhar interdisciplinar entre a arquitectura e a música modernas. Focar-se-á no modo como estas duas disciplinas, suportadas em duas diferentes linguagens, expressam ideias semelhantes e percorrem caminhos paralelos. Abordar-se-ão aspectos paradigmáticos do mundo moderno, como o fascínio pela máquina e a dicotomia modernidade/tradição, em ambas as disciplinas.

Contacto

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.